Após uma extensa seleção, a 2CX, startup brasileira especialista em Customer Experience, foi selecionada para co-desenvolver com soluções inovadoras a próxima geração do varejo na Europa. A seleção foi feita por meio do programa Inovation Station, idealizado pelo grupo Auchan Holding, em parceria com a Nova School of Business and Economics de Lisboa, em Portugal, e contou com a participação inicial de centenas de startups de várias partes do mundo. O programa foi criado para identificar novidades e soluções que podem melhorar a experiência dos clientes e os processos da Auchan, Ceetrus e Oney, empresas da Auchan Holding, segundo maior grupo europeu de varejo. A 2CX apresentou um projeto especial que desenvolve, implementa e opera uma experiência digital de atendimento humanizado.

A primeira fase do programa, que começou em dezembro de 2018, foi uma pré-seleção digital com startups do mundo todo. Apenas 94 iniciativas foram selecionadas para a fase seguinte, onde a 2CX apresentou de forma mais consistente a tecnologia que desenvolve, mostrando uma jornada inteligente de Customer Experience. Ainda nesta fase, vários eventos digitais (road shows) foram realizados na cidade do Porto para divulgar ainda mais as startups e selecionar os 40 melhores projetos que seguiriam para a etapa seguinte. Uma segunda rodada de pitches foi elaborada para selecionar as 12 startups finalistas, que concorreram à vaga para discutir as novas experiências do varejo e fechar um contrato inicial com a Auchan Holding. As 12 startups eram da França, Reino Unido, Espanha, Portugal e Brasil.

“Em março, estivemos in loco, em Lisboa, imersos durante três dias com as 12 startups finalistas, para desenvolver um MVP (Mínimo Produto Viável). Nessa etapa, criamos um assistente virtual para atender soluções voltadas para a área de cartões do grupo, um sistema sem interação com humanos, com todo processo iniciado e finalizado por um robô, que vai melhorar muito alguns processos das empresas”, conta Rodrigo Grilo, CDO da 2CX. O projeto foi aprovado com sucesso e um piloto será desenvolvido e executado por dois meses.

As próximas etapas consistem em fazer o assessment junto com algumas áreas da Auchan Holding, desenhar novas jornadas, criar personas, gerar protótipos, realizar os testes e as correções, para somente em seguida fechar o contrato estendido de até 36 meses com o grupo francês. Mais duas viagens estão programadas para Portugal, em abril e maio deste ano, depois da homologação e dos testes da solução pensada para as empresas do grupo.

O CEO da 2CX, Marcelo Rodrigues, explica que esse novo passo da 2CX é uma oportunidade de demonstrar a capacidade que a startup tem de desenvolver processos de qualidade não somente para o Brasil, mas para qualquer país do mundo. “Essa conjuntura possibilita que nós conheçamos outras formas de trabalho, de jornadas, outras legislações, nos faz entender como funciona o comportamento das pessoas e a experiência dos consumidores na Europa. A parte mais importante de todo esse processo é conseguir fazer um paralelo com outras startups e entender que estamos avançados no Brasil, que já operamos uma metodologia que está acontecendo no mundo. Isso nos torna mais competitivos”, detalha Marcelo.

Bitnami